quarta-feira, 28 de julho de 2021

Normativas para a Revista da ABRHAGI

 

ACADEMIA BRASILEIRA DE HAGIOLOGIA


Normativas da Revista

(aprovadas em reunião de 30/06/2021)


Art. 1º - A Revista da Academia Brasileira de Hagiologia – ABRHAGI é uma publicação oficial desta entidade.

§ 1º - Os trabalhos a serem publicados pela Revista compreendem artigos, ensaios, palestras, conferências e outros, cuja temática é pertinente aos objetivos da ABRHAGI;

§ 2º - Os trabalhos, de que trata o parágrafo anterior, podem também ser de autores não pertencentes aos quadros da ABRHAGI;

§ 3º - A Revista não será compatível, em nenhuma hipótese, com ideologias, nem práticas político-partidárias.

Art. 2º - A Revista da ABRHAGI tem por finalidades:

I – Ampliar, enriquecer e estimular a cultura hagiológica;

II – Manter intercâmbio com órgãos e instituições de cultura e de estudos hagiológicos.

Art. 3º - A Revista da ABRHAGI terá um coordenador, com as seguintes funções:

I – Coletar material destinado à publicação;

II – Zelar pelo cumprimento das orientações normativas, conforme o que determina o art. 4º;

III – Submeter à diretoria da ABRHAGI o material para a edição da Revista;

IV – Acompanhar com a diretoria o processo de editoração e finalização gráfica.

Art. 4º - Os trabalhos a serem publicados na Revista da ABRHAGI deverão adequar-se às seguintes normas:

I – Os trabalhos deverão ter pertinência à cultura hagiológica;

II – Os textos deverão ter um mínimo de 7(sete) páginas e o máximo de 20(vinte) páginas, em espaço duplo, fonte 12, Times Roman, em Word, trazendo o título breve e preciso, seguido do(s) nome(s) completo(s) do(s) autor(es), endereço eletrônico;

III – Os textos deverão trazer pequena biografia do autor, com, no máximo, 10 linhas;

IV – Os textos devem ser acompanhados de um sucinto resumo de no máximo 10 linhas ou de algumas palavras-chave, grafados em língua portuguesa e uma língua internacional (inglês, francês ou espanhol);

V – O texto deverá ser dividido em subtítulos para facilitar a leitura;

VI – As figuras, gráficos ou quadros devem ser numeradas em algarismos arábicos, e suas legendas concisas e compreensíveis;

VII – As citações e referências bibliográficas devem obedecer à Associação Brasileira de Normas Técnicas-ABNT;

VIII – Alguns ajustes poderão ser feitos pela ABRHAGI, desde que o trabalho não se enquadre nestas normas, porém sem interferir no seu conteúdo;

VII – As abreviações ou siglas devem ser explicitadas, em sua primeira citação no texto.

Art. 5º – O número de páginas da Revista não poderá ser inferior a 50 (cinquenta).

Art. 6º – A periodicidade será anual ou conforme decisão da assembleia.

Art. 7º – É permitida a reprodução total ou parcial dos artigos publicados, desde que seja citada a fonte.

Art. 8º – Os trabalhos publicados são de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

Art. 9º – Reserva-se a Revista o direito de não publicação de textos que não se enquadrem em sua linha editorial.

Art. 10º - Os casos omissos serão resolvidos pela assembleia soberana.

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Convite: Palestra "A mística do martírio em Santo Inácio de Antioquia" - Artur Viana


A Academia Brasileira de Hagiologia convida o público em geral para a palestra  “A mística do martírio em Santo Inácio de Antioquia”, a ser proferida pelo acadêmico Artur Viana.

Data: 30 de junho de 2021, às 20h.

Para acessar, faça login com sua conta do Google no link:


 

segunda-feira, 24 de maio de 2021

ABERTURA DE CONCORRÊNCIA PARA PREENCHIMENTO DE 3 (três) CADEIRAS VAGAS NA ABRHAGI

 


O presidente da Academia Brasileira de Hagiologia – ABRHAGI, no uso de suas atribuições estatutárias, torna pública a abertura de concorrência para o preenchimento, por meio de eleição, de 3 (três) cadeiras vagas neste sodalício, sendo todas para candidatos de outras unidades da federação que não o estado do Ceará: cadeira nº 9, Patrono: Santo Anselmo; cadeira nº 13, Patrono São Frei Antônio Galvão e cadeira nº 20, Patrono: São Paulo. As inscrições estarão abertas a partir da data da publicação deste Edital até 22 de julho de 2021.

Para efetuarem sua inscrição, os candidatos deverão preencher os seguintes requisitos, previstos no Art. 8º do Estatuto da ABRHAGI:

  1. Requerer sua inscrição, por escrito, para concorrer à eleição;

  2. Apresentar Curriculum Vitae com lista de publicações ou estudos relacionados com os objetivos da Academia, podendo suas cópias serem exigidas para ulterior comprovação.

  3. Enviar o exigido nos dois itens anteriores para o endereço eletrônico hagiologia@gmail.com.

Expirado o prazo de inscrição, os pedidos apresentados serão submetidos à eleição na Assembleia seguinte ao encerramento das inscrições, sendo aprovados aqueles que tiverem a maioria absoluta de votos dos Acadêmicos presentes.

Os candidatos eleitos serão comunicados e empossados na Assembleia posterior àquela em que foi procedida a eleição e, a partir da posse, terão o prazo de 06 meses para apresentarem um texto sobre o patrono de sua cadeira.

Fortaleza, 24 de maio de 2021.



Luciano Dídimo Camurça Vieira

Presidente


Palestra Vanilo de Carvalho

 


A Academia Brasileira de Hagiologia convida para a palestra “Provocações da Fratelli Tutti - A cultura do encontro”, a ser proferida pelo acadêmico Vanilo Cunha de Carvalho Filho, no dia 26 de maio, às 20h. Para acessar, faça login com sua conta do Google no link: meet.google.com/gzy-zdij-hyx

domingo, 25 de abril de 2021

Palestra José Pereira da Silva

 


A Academia Brasileira de Hagiologia convida para a palestra “Elementos da espiritualidade monástica cisterciense para o desenvolvimento da espiritualidade do cristão”, a ser proferida pelo acadêmico José Pereira da Silva, no dia 28 de abril, às 20h. Para acessar, faça login com sua conta do Google no link: https://meet.google.com/eqx-qarq-qcq

domingo, 11 de abril de 2021

Reunião ordinária 31/03 e palestra do Padre Julio Lancellotti

No dia 31 de agosto de 2021, através da plataforma virtual Google Meet, ocorreu a reunião ordinária da Academia Brasileira de Hagiologia, com início às 19h, conduzida pelo presidente Luciano Dídimo, tratando de assuntos internos e corriqueiros de nossa academia. No final dessa reunião, foi oficializado o convite para Sócio-Honorário e prontamente aceito pelo Padre Julio Renato Lancellotti, vigário do povo de rua da Arquidiocese de São Paulo-SP.


Em seguida, com uma apresentação do Padre Julio feita pelo presidente de honra, José Luis Lira, passou-se à palestra "Os santos da vida e a vida dos santos", proferida pelo Padre Julio. A palestra você pode conferir abaixo, no nosso canal do Youtube:



sábado, 20 de março de 2021

Reunião e palestra com Padre Júlio Lancellotti - 31/03


 A Academia Brasileira de Hagiologia convida todas e todos para sua reunião mensal no dia 31/03 às 19h, com palestra logo em seguida, às 20h, ministrada pelo Padre Júlio Lancellotti, vigário do povo de rua da Arquidiocese de São Paulo, com o tema “Os santos da vida e a vida dos santos”.

Acesse pelo link https://meet.google.com/tzj-mpji-jbt (necessário ter conta Google). Haverá certificado de participação!

domingo, 14 de março de 2021

O Santo do hoje é Santo Anônimo


A filósofa judia Hannah Arendt, de quem sou leitor e estudioso de seus livros, famosa por ter se questionado como o mal pode ter se transformado em trivialidade, como cidadãos tidos como normais (numa expressão brasileira atual: homens de bem), que trabalham, comerciam, tem suas relações amorosas, suas diversões, e são anônimos, são capazes de praticam o mal ilimitado. Sua teoria, diretamente exposta no seu livro "Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal." (1963), fruto de sua observação como jornalista do julgamento nazista Adolf Eichmann, depois de ter sido sequestrado pelo serviço secreto israelense, em Buenos Aire numa operação digna de qualquer filme de ficção do gênero, percebe que o criminoso da humanidade, não era um carrasco monstruoso, nem feio nem bonito, discreto, de  modos padronizados e o principal, sem reflexão, portanto, sujeito a qualquer regra por mais perversa que fosse. 

Este indivíduo de aparência comum, de paletó e gravata, eximiu-se de qualquer responsabilidade e justificou-se como mero cumpridor das leis e normas estatais. Um burocrata. Que podia ser qualquer um outro. Um incógnito. Todavia, ele é a personificação da falência dos valores morais sociais mais básicos, caudados pela apatia da capacidade humana de pensar. 

"Vivemos tempos sombrios, onde as piores pessoas perderam o medo e as melhores perderam a esperança." É um afirmação de Hannah Arendt, mas se não fosse revelada a autora, e por consequência o contexto temporal dela, tomaríamos para nós, os que vivemos os anos 2020/2021, a mesma afirmação. 

As imagens de caixões as dezenas diariamente, os descasos e até deboches dos que ocupam o poder institucional, a disputa política que provoca diretamente mais mortes, uma quase indiferença com o enlutamento coletivo, tudo, e mais, faz dessa afirmação entre aspas, um dito para o nosso hoje! 

Será que perdemos esperança mesmo? Que assumimos a barbárie? Que a nossa geração tragicamente provocou o próprio fracasso? 

Como o burocrata comum Eichmann pode também representar o que vivemos hoje, o anônimo José, Lucimar, Luana, Valderina ou Valdecir, podem nos trazer de volta a esperança. Eles estão expostos ao vírus, a tenebrosa sombra do desemprego, ao transporte público semelhante a uma estufa de contaminação mortal, a humilhação das filas do auxílio emergencial e a fome. Esses anônimos, Conceição, Maria, Albertino, não desistem, fazem de tudo para alimentar os filhos, compadecem-se do vizinho sem trabalho e dividem com ele a cesta básica que mal daria para sua própria família.  

Quantos são os santos das maiores virtudes dentro das ambulâncias do SAMU, das enfermeiras exaustas, dos limpadores dos lixos contamidos, e por fim dos enlutados silenciosos.

Estes milhares, estes milhões me dão esperança, me desvela a possibilidade de futuro, me faz crer na bondade apesar de tudo. Como se fosse um novo começo, porque "apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras." São Francisco de Assis. 


Vanilo de Carvalho

Advogado Professor Universitário Conselheiro da OAB
Presidente da Comissão de Justiça e Paz do Ceará (CNBB)
Membro da Academia Brasileira de Hagiologia 
Mestre em Negócios Internacionais
Membro da Academia Brasileira de Cultura Jurídica
Membro da Comissão Nacional do Exame de Ordem
Curador do Museu Nacional da Oab
Professor-Advogado da OAB

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Resultado da eleição e posse dos novos acadêmicos - 11/02/2021

 


Comunicamos oficialmente o resultado da eleição das duas cadeiras anteriormente vagas da Academia Brasileira de Hagiologia, realizada no dia 27 de janeiro de 2021:

Cadeira nº 2 (Santo Pio de Pietrelcina): Vanilo Cunha de Carvalho Filho, de Fortaleza-CE.
Cadeira nº 33 (São Francisco Xavier): José Pereira da Silva, de Taubaté-SP.

A posse oficial dos novos membros se dará em Assembleia a ser realizada no dia 11 de fevereiro de 2021, às 19h30, no endereço: https://meet.google.com/nzq-siit-kgh

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

EDITAL № 01/2021 - CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA PROCESSO SELETIVO DE ADMISSÃO DE NOVOS ASSOCIADOS.

EDITAL № 01/2021 - CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA PROCESSO SELETIVO DE ADMISSÃO DE NOVOS ASSOCIADOS.

O presidente e o secretário geral da Academia Brasileira de Hagiologia – ABRHAGI, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, e em obediência no previsto no artigo 17 do Estatuto e seu Parágrafo Único, bem como os artigos 15, 16, 17 e 18 do Regimento Interno, convocam a todos os acadêmicos a se fazerem presentes de modo virtual, à Assembleia Geral Extraordinária, para o processo seletivo de admissão de novos associados, considerando vagas as atuais cadeiras 2 e 33, a ser realizada às 19:00 horas do dia 27 de janeiro de 2021, através da plataforma Google Meet, no endereço eletrônico meet.google.com/gef-hwzb-cck

Fortaleza, 19 de janeiro de 2021


Fábio Tucci Farah
Secretário Geral


Luciano Dídimo Camurça Vieira
Presidente